Sentido da vida

Esse é um texto de HAMATÍS, do livro Fisiologia da alma, ele trás um pouco mais de luz sobre nossas reflexões sobre a vida

“O cruel, o déspota que abusa do seu poder sobre os povos humilhados, pode ser comparado a um indivíduo intoxicado por medicamento violento; então a Lei Cármica, atuando sob a mesma lei ‘dos semelhantes’ (como faz a homeopatia) prescreve para a cura dessa intoxicação espiritual a reencarnação do faltoso em situação humilhante, ligado a velhos adversários encarnados na figura de parentes, desafetos ou chefes tirânicos, que também o atormentam doses miúdas de medicação homeopática. A lei Espiritual, em lugar de violentar a alma doente de tirania, sujeitando-a a uma terapia de tipo alopático que pode eliminar drasticamente os efeitos sem extinguir a causa da enfermidade, prefere submetê-lo à dinâmica das doses homeopáticas, situando-o entre os tiranos menores que, então, apuram ou decantam gradativamente o seu estado enfermiço. No primeiro caso, o tirano seria punido ‘alopaticamente’, pelo fato de a tirania ser considerada digna da mais drástica eliminação; no segundo, a Lei do Carma, reeduca o tirano, fazendo-o sentir em si mesmo os mesmos efeitos daninhos que semeou alhures. Mas deixa-lhe o raciocínio aberto para empreender a sua retificação psíquica, à semelhança do que faz a homeopatia, que reeduca o organismo sem violenta-lo e o ajuda a renovar-se sob melhor coesão mental e reflexão do próprio doente.” (FISIOLOGIA DA ALMA, P. 201-202).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s